quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Verdadeiras obras de Botero ou mulheres nos padrões renascentistas, isto é, gordinhas.

Mulheres Renascentistas.

Obra de Fernando Botero.

O Renascimento da Vênus - Michelangelo

Não é de hoje que as "gordinhas" "fofinhas" "meninas com excesso de gostosura" (EU!) estão fazendo sucesso e sendo valorizadas por suas curvas e atributos físicos, desde a Época do Renascimento na França os grandes artistas da época já valorizavam as curvas femininas e enalteciam essas belas mulheres, outro pintor colombiano contenporâneo nosso chamado Fernando Botero também destacou as formais mais arredondas nas suas obras, tornando-as forte ponto de destaque em todo seu acervo artístico. Foi-se o tempo em que a ditadura da magreza predominava tão fortemente, atualmente as modelos tipo plus size estão conquistando cada vez mais seu lugar ao sol e seu espaço (mais que merecido) na mídia e nas passarelas, e é por isso e muitas outras cositas más que esse Blog se sente no dever de também fazer posts especícifos e mais que especiais pra nós gordinhas, que não nos oprimimos diante de nada e que nos damos valor e nos amamos assim, sendo verdadeiras obras de Fernando Botero. Nesse post, daremos diversas dicas de como usar acessórios do guarda-roupa para avivar mais ainda a beleza das fofinhas, aproveitem as dicas e acertem.

Dicas preciosas:
Para alongar a silhueta

Na linha de frente, o truque é alongar a silhueta usando vestidos de cintura baixa, saias com cós alto ou na altura certa da cintura, blaser estilo farda mais comprido, camisas na altura no quadril e calça certinha na cintura. E salto, muito sapato de salto!

Já de início de conversa podemos transformar a silhueta da mulher mais cheinha num estilo elegante e extremamente feminino. A escolha deve começar pelo tipo de tecido que não deve ser atarracado no corpo, passando pelo decote e alças que devem ser usados perfeitamente. O comprimento deve obedecer à altura e ao tipo de perna.

Natal e réveillon

Para o final de ano, a sugestão são os casacos acinturados de bordado inglês, os tops estilo camisolinha soltinhos com rendas, vestidos ajustados no bojo e soltinhos na saia e pouco acessório.

As saias de babados são as tentações para as cheinhas que podem se transformar em verdadeiras baianas. Esqueça esse modelo de saia, porém, se ela tiver uma pala na altura da barriga, experimente e faça jus ao seu senso crítico.

Simplifique

Os detalhes também podem fazer diferença e sucesso na hora da escolha certa, mas cuidado para não abusar, o resultado pode ser um look completamente errado. As mulheres tamanho G devem evitar o visual com detalhes demasiados e muita informação. As mangas e os decotes dos vestidos devem ser minimalistas, de corte reto e simples. Fuja dos decotes com babados e das mangas bufantes dos vestidinhos de festa.

O certo é escolher peças mais delicadas para o verão. A renda tradicional estilo campestre e o bordado inglês, que são supertendência, podem ser usadas em blusas de algodão mais sequinhas no corpo. O erro é achar que as gordinhas devem abusar das roupas justas ou das maxicamisas com leggings, ou ainda dos vestidos utralargos. Não! Elas devem optar por vestidos que desenham a silhueta deixando o tecido um ou dois dedos soltinho no corpo, tornando o visual sedutor e muito glamouroso, perfeito para estação.

Escolha seu estilo

Geralmente, as mulheres mais cheinhas são sedutoras, cheias de personalidade e humor. Para contrastar com esse conjunto, o ideal é buscar elementos leves, sutis e sem muitos detalhes.

O náutico é um bom estilo, a saia de cintura alta azul marinho ajuda a disfarçar as gordurinhas, mas fuja das camisas de listras horizontais. O ideal para combinar com esse modelito são as camisas de alfaiataria branca ou uma pólo mais solinha no corpo.

Outra dica é aproveitar o estilo futurista de cores primárias para escolher o seu vestido. A escolha é certa quando o modelo for com volume ou decote nas costas, tubinho ou saia com estampas gráficas médias ou pequenas. Nessa tendência, esqueça os spencers e os cintinhos marcando a barriga, ok?

O visual mocinha dos anos 50 também pode ser arriscado. O truque é escolher uma saia com menos volume e que a parte de cima seja bem sequinha sem muita informação. A gola pólo em camisas sem manga e a silhueta retrô bem soltinha pode controlar o excesso de doçura dessa época. Arrase!

1.Sandália Charlotte Olympia para a Avec Nuance. R$3.490,00 ; 2.Scarpin Satin Champagne do Christian Louboutin. R$2.000,00

1. Da Bee. R$264,00  2.Vestido da Agilità. R$498,00  3. Vestido da Agatha. R$225,00
4.
Kaftan seda boca da Alessa. Preço sob consulta 5. Vestido pássaros do Atelier Real. R$ 268,00  



1.Saia da Izola. R$69,90 ; 2.Saia preta da Lança Perfume. R$241,90 ; 3.Saia My Philosophy. R$148,00

Aproveitem as dicas;D.
Beijinhos,
Júlia.

Ps.: siga-nos no Twitter @lepetitluxe @julinhasbezerra @_ariana_ari





 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Baphos

Postar um comentário